17/01/2019 às 12h51min - Atualizada em 17/01/2019 às 12h51min

Neto critica decreto de armamento de Bolsonaro

Ao comentar o decreto assinado na terça (15) pelo presidente Jair Bolsonaro, que flexibiliza a posse de armas no país, o prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, disse ser contra a medida, mas ressaltou que respeita a opinião do chefe do Executivo nacional. A declaração foi dada hoje (17), durante a Lavagem do Bonfim, em entrevista à Rádio Metrópole.

“Eu sou contra a flexibilização das armas no Brasil. Agora, é uma opinião pessoal, cada um tem a sua opinião. Não é uma questão, nesse caso, partidária. Inclusive, acho que a grande maioria do meu partido é a favor do decreto, então não estou falando como presidente do partido. (…) Eu respeito a opinião do presidente [Jair Bolsonaro], ele se elegeu prometendo isso. Ele está sendo coerente com o que prometeu, apesar de não ser o que eu defendo, e é o pensamento majoritário do meu partido, mas não é o meu. Eu sou do desarmamento, e não do armamento”, disse Neto, ressaltando, ainda, que, para ele, a flexibilização seria válida para a zona rural, mas não necessariamente para a área urbana.

O prefeito não quis comentar as especulações sobre nomes do seu campo político para a corrida eleitoral de 2020 ao Palácio Tomé de Sousa. “Eu estou trabalhando, e muito, pela cidade. Esse é o meu foco, com minha equipe, com o vice-prefeito Bruno Reis. Esse é o nosso trabalho. Não vou ficar tratando e alimentando especulação. A preocupação é deles”, disse, alfinetando o campo político adversário.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual veículo de comunicação lhe mantém informado sobre o que acontece em Cajazeiras ?

6.1%
2.8%
3.6%
78.4%
9.0%