10/08/2019 às 08h50min - Atualizada em 10/08/2019 às 08h50min

Moradora de Cajazeiras participa da Flipelô 2019

Pelo terceiro ano seguido o Pelourinho abriu as portas para a literatura, arte e muita diversidade. A Flipelô 2019 reúne em todo o Centro Histórico programações culturais que integram, desde a feira de artesanato na Praça da Sé, até exposições artísticas e lançamentos de livros nos espaços espalhados no Pelô. 

Para Vitória Dias, de 20 anos, que trabalha como mediadora de leitura em uma biblioteca em Cajazeiras, o espírito literário trazido pelo festival a torna imperdível, e encanta ainda mais: “É uma festa internacional literária, e como a gente defende a leitura como um direito de todos, essa é uma festa que eu não poderia deixar de vim”. 

Entre as programações, a Casa do Benin recebeu o bate-papo As Crianças Negras e a Literatura Infantil, que reuniu os escritores Cássia Valle, Marcos Cajé e Davi Nunes, discutindo as produções literárias negras e divergentes.

E entre os grandes nomes presentes durante a Flipelô, como Arnaldo Antunes, que se apresentou na abertura da feira na quarta-feira, está o cantor, compositor e escritor Martinho da Vila, que participou de uma mesa temática e lançou na noite da quinta (8) em Salvador seu livro As Crônicas de um Ano Atípico, no Teatro Sesc-Senac. “É importante participar dessa feira literária, porque é um evento de projeção nacional e internacional. É um lugar onde todo o escritor quer e deve chegar”, comentou o sambista. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual veículo de comunicação lhe mantém informado sobre o que acontece em Cajazeiras ?

6.0%
2.9%
3.7%
78.2%
9.2%