12/09/2019 às 13h48min - Atualizada em 12/09/2019 às 13h48min

Texto da lei Têu Nascimento morto em Cajazeiras em 2017 aprovado pela Câmara

A Câmara Municipal de Salvador votou e aprovou, em sessão na tarde desta quarta-feira (11), o Projeto Têu Nascimento (PL 292/17), de autoria da vereadora Aladilce Souza (PCdoB), que prevê punição administrativa a estabelecimentos públicos e privados, além de agentes públicos, que discriminem LGBTs.

Diversos representantes de entidades que defendem a causa de gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e intersexos marcaram presença nas galerias para acompanhar a aprovação do projeto, que tramitava na Casa há dois anos. 

Assassinato

O vendedor Thadeu Nascimento, o Têu Nascimento, tinha 24 anos quando foi executado em maio de 2017, a mando do traficante Lenga, do bairro de Fazenda Grande 3 (Cajazeiras). A casa dele foi invadida e, após ele ser morto, teve o corpo desovado no bairro de São Cristóvão.

Têu, ao contrário do que os seus executores achavam, usava sempre o celular na janela pois não tinha sinal dentro do apartamento e por isso foi confundido com um informante da polícia.

Além de Lenga, segundo a Secretaria da Segurança Pública da Bahia, outras quatro pessoas são suspeitas de cometer o crime.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual veículo de comunicação lhe mantém informado sobre o que acontece em Cajazeiras ?

6.5%
3.1%
3.6%
77.7%
9.1%